quarta-feira, 2 de março de 2016

Erico Verissimo

O superlativo me incomoda
vejo-me ora nos personagens
ora no autor
sou uma daquelas criaturas?
ou apenas quero ser o criador?

A tristeza das folhas amareladas
invade-me e aprisiona

Não tenho saída senão
buscar-me e enfrentar-me
numa peleja cruel
onde mesmo que ganhe
sempre algum eu perderá

O que não posso é deixar de viver
o meu próprio superlativo

Nenhum comentário: