domingo, 27 de março de 2016

O tempo

o relógio não tem mais ponteiros
a folhinha, acredite, não é de papel
horas e dias vão embora
acelerados na tecnologia
mas a angústia da espera,
esta sim, continua a mesma
ansioso espero o tempo
este silencioso e decidido senhor
trazer-me de volta
quem se foi
mas um pedaço em mim deixou

Nenhum comentário: