quarta-feira, 1 de junho de 2016

Traição

o tempo todo
um tanto trai
o corpo cândido
um cristal cai


o olho observa
um ódio original
o beijo na boca
uma bala boçal


a vida vacila
um vento violenta
a morte maldita
que a mão movimenta

Nenhum comentário: